Notícias

Pescadores capixabas já podem voltar a pescar

A nova portaria libera todas as espécies classificadas como vulneráveis, incluindo o badejo amarelo, garoupa verdadeira, garoupa, cherne verdadeiro, sirigado, batata, caranha, budião fogueira, budião trindade e agulhão branco, encontrados em nosso litoral.


Ministério vai liberar a pesca de badejo e outras espécies de peixes capixabas

Essa é uma vitória importante para os pescadores. Mas a nossa luta continua na cobrança de que estudos técnicos sejam realizados com a participação do setor de pesca para que se verifique a real situação de extinção de cada espécie incluída na Portaria 445/2014


Após 6 anos, Santa Rita consegue certificação de filantrópico

Deputado Lelo Coimbra teve atuação importante para destravar a emissão da nova concessão


“Já passou da hora de acabar com o foro privilegiado”, diz Lelo Coimbra

A proposta aprovada no Senado acaba com o foro privilegiado para todas as autoridades em crimes comuns, com exceção dos presidentes da República, da Câmara, do Senado e do STF, além do vice-presidente da República. Estes continuariam a ser julgados pelo Supremo Tribunal Federal (STF).


Bancada consegue redução do valor do pedágio na BR 101

A decisão é uma conquista importante, mas nós vamos continuar a luta. Entendemos que o reajuste deveria ser de 4,57% do IPCA, que corresponde a reposição da inflação, já que o aumento não se justifica diante da falta de contrapartidas em obras por parte da Concessionária ECO 101, que administra a via.


Projeto de Lelo Coimbra impede que delação vire bilhete premiado na mão de bandidos

É inadmissível que quem faz o acordo de delação premiada ainda use as informações para lucrar no mercado, como no caso do grupo JBS, que além de comprar dólares, vendeu ações da empresa para ganhar dinheiro com a grave crise política.


Deputados acionam TCU para barrar aumento do pedágio na BR 101

É um absurdo quererem reajustar o valor do pedágio da BR 101, em índices bem acima da inflação e, principalmente, sem as obras e benfeitorias nos trechos administrados.


“Vamos conseguir mais de 308 votos”, diz Lelo

Reforma da Previdência deve ser votada no Plenário da Câmara depois do dia 15 de maio