Lelo consegue R$ 10 milhões para construção de cisternas e minimizar crise hídrica

Lelo consegue R$ 10 milhões para construção de cisternas e minimizar crise hídrica

Compartilhe essa notícia:

Líder da Maioria na Câmara, o deputado federal Lelo Coimbra (PMDB) garantiu R$ 10 milhões em recursos extras para construção de cisternas que vão beneficiar 2.857 famílias do interior do Espírito Santo. A instalação das cisternas para armazenar água de qualidade para o consumo humano e produção de alimentos vai contemplar os municípios mais afetados pela crise hídrica que atingiu o Estado nos últimos anos. Lelo informou que a primeira parcela desse recurso, R$ 2 milhões, será liberada ainda este ano, o que contemplará 571 famílias capixabas.

“Conversei com o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, que já empenhou o recurso, que será dividido em três parcelas. A primeira, será liberada ainda este ano. Mesmo com as chuvas recentes, precisamos de ações concretas para ajudar a minimizar os efeitos da crise hídrica no nosso Estado. O governo federal, por meio do Programa Nacional de Apoio à Captação de Água da Chuva e outras Tecnologias Sociais, mais conhecido como Programa Cisternas, vai liberar os R$ 10 milhões, que beneficiará 2.857 famílias capixabas. Ainda estamos definindo os municípios que serão contemplados. Assim, as famílias terão acesso a água de qualidade nos períodos de falta de chuva”, destacou Lelo.

De acordo com o deputado, a segunda parcela, de R$ 5 milhões, será liberada em 2018, o que vai beneficiar 1.428 famílias. Os outros R$ 3 milhões, para atender 857 famílias, estão previstos para 2019. O cronograma dos repasses e as cidades que serão contempladas pelo programa ainda serão fechados pelo próprio ministério. “Estou conversando pessoalmente com o ministro Osmar para definirmos isso o quanto antes”, completou Lelo.

Cadastro único
O público do Programa Cisternas são famílias rurais de baixa renda atingidas pela seca ou falta regular de água. Para participarem, as famílias devem estar inscritas no Cadastro Único para programas sociais do governo federal.

A cisterna familiar de água para consumo é instalada ao lado das casas e tem capacidade de armazenar até 16 mil litros de água potável. O programa também tem cisterna escolar de água para consumo, que é instalada em escolas do meio rural, com capacidade de armazenar 52 mil litros de água potável. Outro tipo de cisterna é de água para produção, de uso individual ou coletivo das famílias, com capacidade de armazenar 52 mil litros de água.

Lelo disse ainda que na construção das cisternas o programa prevê o aproveitamento da mão de obra da própria comunidade, em regime de cooperação. As famílias beneficiadas e os pedreiros envolvidos são capacitados pelo próprio programa. “Isso ajuda a movimentar a economia local, gerando oportunidade de trabalho, e envolve os próprios moradores neste programa”.

Compartilhe essa notícia: